Santa Marinha - Padroeira de Ferreiró

Hoje, dia 18 de julho, é dia de festa em Ferreiró, pois a Igreja celebra a memória de Santa Marinha, Virgem e Mártir, Padroeira da Paróquia de Santa Marinha de Ferreiró.

Santa Marinha

Aquilo que conhecemos da vida de Santa Marinha chegou até nós com um misto de factos e lendas, ou seja, há factos históricos relativos, sobretudo, ao contexto do século II, plausíveis, e há outros aspetos que são lendários, o que é comum à época e que foram, posteriormente, e sobretudo na Época Medieval, amplamente divulgados, num período em que os hagiógrafos, que escreviam sobre a vida dos santos, viam os seus escritos amplamente divulgados e eram inflamados pelo fervor da piedade popular.

A versão que permaneceu na tradição do Norte de Portugal e Galiza, e nomeadamente na Arquidiocese de Braga, fala-nos da mártir e virgem que terá nascido na Bracara Augusta, atual cidade de Braga, nos inícios do século II. Marinha seria filha de Lúcio Caio Atílio Severo, governador romano desta província romana, e de Cálcia, sua esposa, que teria dado à luz nove filhas num só parto, enquanto Lúcio se encontrava numa campanha militar. Esta, com medo de ser acusada de infidelidade, acreditando-se então que os nascimentos múltiplos eram motivados pela traição da mulher, entregou as nove filhas a uma criada para que esta as afogasse no rio Este.

A criada, que era cristã, embora em segredo devido às perseguições da época, não obedeceu à ordem de Cálcia e entregou as nove irmãs a famílias cristãs, o que terá permitido que estas fossem batizadas pelo bispo Ovídeo de Braga e assim crescessem na fé cristã.

Numa das muitas perseguições levadas a cabo contra os cristãos neste período foram levadas ao governador, seu pai, por serem cristãs. Lúcio Severo, ao saber que elas eram suas filhas, terá pedido que estas deixassem o cristianismo, prometendo-lhes uma vida cheia de regalias, tendo estas recusado negar a sua fé, o que as levou ao cárcere.

Todas as nove virgens irmãs foram mortas como mártires. E assim conhecemos as nove santas virgens e mártires: Marinha, Genebra, Vitória, Eufémia, Marciana, Germana, Basília, Quitéria e Liberata. Marinha terá sido decapitada a 18 de janeiro de 139 em Águas Santas, em Allariz, local onde foram construídas três fontes.

Padroeira de Ferreiró

            A Padroeira da Paróquia é venerada na sua Igreja primitiva, na sua Igreja Matriz, um pequeno templo com características que nos remetem para o século XVII embora seja, certamente, anterior a existência de um templo naquele local, que terá sofrido as naturais modificações ao longo dos séculos, sendo que esta Paróquia remonta ao século XI, pela referência mais antiga conhecida em documentos, podendo ser anterior a sua existência.

Neste templo encontramos a imagem barroca da Padroeira, provavelmente do século XVIII, de significativa qualidade e beleza, em madeira policromada, onde sobressai a palma, símbolo do martírio, à semelhança de todas as suas irmãs. 

 

Hino de Santa Marinha

                 Dos altos céus – ó feliz morada! –
                 Escuta os cantos da nossa gente.
                 É gente humilde, mas boa e crente,
                 Que Te deseja ver celebrada.


                  Nunca nos faltes com o teu carinho
                  Sobre o negrume do nosso tédio,
                  Aos nossos males dá-lhes remédio,
                  Mostranos sempre o recto caminho.

                 
                   Nas nossas searas, nos nossos lares
                   Onde vicejam nossos suores
                   Cresçam, formosos, frutos maiores
                   Que diliciem os teus olhares.


                   CORO
                   Livra dos males que metem dó
                   Quem Te escolhera para Madrinha,
                   Nunca nos deixes, Santa Marinha,
                   Protege o Povo de Ferreiró.


Braga, 08/03/1962
P. D. da Silva Araújo

 

Padroeira celebrada em Ferreiró

            A Paróquia de Santa Marinha de Ferreiró celebrará, hoje, o dia da sua Padroeira com Eucaristia campal no adro da Igreja de Santa Marinha, às 21:00h.

 

Legendas fotos (Diana Araújo):

-Exterior da Igreja de Santa Marinha, 2021.

-Pormenor do exterior, 2021.

-Imagem de Santa Marinha, 2021.

-Presbitério da igreja, 2021.

Calendário de Eventos
Outubro 2022
DSTQQSS
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031
Informações Úteis
O Tempo
Farmácias
Hospitais
Bombeiros
Serviços

Contactos

Outeiro Maior

Rua Aldeia Nova, 417

4480-330 Outeiro Maior

Tel. +351 252 653 099

Fax +351 252 653 099

executivo@uf-bagunte-ferreiro-outeiro-parada.pt

Bagunte

Rua da Igreja, 98

4480 -214 Bagunte

Tel. +351 252 652 107

executivo@uf-bagunte-ferreiro-outeiro-parada.pt

Ferreiró

Largo Trindade, 75

4480-250 Ferreiró

Tel. +351 252 657 636

executivo@uf-bagunte-ferreiro-outeiro-parada.pt

Parada

Avenida do Monte, 149

4480-340 Parada

Tel. +351 252 657 635

executivo@uf-bagunte-ferreiro-outeiro-parada.pt